Aqui você vai aprender a calcular a quantidade de tecido necessário para confecção de cortinas.

Primeiramente é preciso entender como são vendidos os tecidos para cortinas, suas larguras em que são fabricados e alguns conceitos: 

- Largura do tecido:  medida de auréola a auréola. Hoje no mercado, os tecidos mais comum para cortinas possuem 3 larguras diferentes: 1,40m, 2,80m e 3,00m.
- Metros lineares: quantidade de tecido para compor a largura da cortina, ou seja, o consumo de tecido para a cortina ficar franzida. Nosso tecido é vendido em metros lineares.
rolo de tecido para cortinaquantidade de tecido para cortinacomo calcular tecido para cortina

- Medida X Consumo: 
>> Medida
é o tamanho da cortina depois de pronta, já com as pregas, franzida e instalada.
>> Consumo (também chamado de roda) é a quantidade de tecido esticado para compor a cortina.

medida da cortinaconsumo da cortina

- Fator de franzimento: é o valor que multiplicamos para saber qual será o franzimento da cortina. 

O fator de franzimento depende do tipo de tecido, e de como você gosta da cortina: mais franzida, cheinha de tecido ou menos franzida, com pouco tecido.

Fizemos essa pequena tabela para auxiliar você:

  Multiplique a largura por:
Cortina econômica 1.5
Cortina pouco franzida 2
Cortina com franzimento padrão 2.6
Cortina bem franzida 3

Essa tabela é apenas para referência, o fator de franzimento pode ser alterado dependendo do tecido. Fatores como peso e o caimento do tecido devem ser levados em consideração.

cortina muito franzidacortina com franzimento padrãocortina pouco franzida

Para calcular a quantidade de tecido é preciso já saber qual será o modelo e quais serão as medidas (largura e altura), quando instalada.

Para facilitar a explicação, vamos dividir os modelos de cortinas em 2:

1 – Modelos que usam entretela: Ilhós, efeito ilhós (wave ou prega paulista), prega francesa.

2 – Modelos que não usam entretela: pregas batidas (macho e fêmea), argolas ou alças.

É preciso saber: Na altura, os modelos que usam entretelas consomem aproximadamente 27cm de tecido, sendo 12cm para cobrir a entretela e mais 15cm, no mínimo, para fazer a barra inferior. Já os modelos que não usam entretelas consomem um pouco menos, algo em torno de 20cm, sendo 5cm para barra superior e mais 15cm, no mínimo, para fazer a barra inferior.

Vamos calcular!

O cálculo depende da altura da cortina e da largura do tecido comercializado, portanto existem duas maneiras de calcular:

1 - Método tradicional
2 - Método travessado ou em tiras

1° MÉTODO TRADICIONAL

Usa-se este método quando a largura do tecido cobre a altura da cortina sem precisar fazer emendas na vertical e ainda sobra para as barras superior e inferior. É o método mais comum, mais usado com tecidos de 2,80 a 3,00m de largura.

Como calcular

Multiplique a largura do varão ou trilho pelo fator de franzimento.

Exemplo:
Cortina no varão que vai cobrir uma parede de largura 3,50m (tamanho do varão) usando um tecido de 3 ou 2,80m de largura.
Se for tecido leve, para uma cortina com franzimento padrão: 3,50m x 2.6 = 9,10m de tecido (consumo). Se for tecido mais pesado: 3,50m x 2.4 = 8,40m de tecido.

Para simplificar o exemplo:

Largura da cortina Fator de franzimento Consumo
3,50m x 2,6 = 9,10m


Como saber se este método me atende?
É simples, você precisa tirar a quantidade de tecido necessário para as barras (superior e inferior) e verificar se o que vai sobrar irá cobrir a altura necessária.
Se o tecido for de 2.80m de largura, modelo entretelado, tiramos 27cm para as barras e teremos de sobra 2,53m que será a altura máxima da cortina.
Se for de largura 3.00m, modelo ilhós, tiramos 27cm para as barras e teremos de sobra 2,73m que será a altura máxima da cortina.


2° MÉTODO TRAVESSADO OU EM TIRAS


Você deve usar este método quando a largura em que o tecido é fabricado não dá para cobrir a altura da cortina, portanto é preciso inverter o tecido usando-o travessado, em tiras, fazendo emendas na vertical. Normalmente é usado quando o pé direito é mais alto e o tecido é mais estreito. Este método também é muito usado para calcular cortinas de blackout de PVC.

Como calcular

Primeiro você deve descobrir qual será o consumo de tecido necessário para deixar a cortina franzida (use o método padrão). Divide este consumo pela largura do tecido, assim descobrimos quantas alturas (tiras) de tecido serão necessárias para a cortina ficar franzida. Soma em torno de 20 a 40cm em cada altura para fazermos as barras. Multiplique essa soma pela quantidade de alturas.

Exemplo:
Cortina de varão, modelo ilhós, que vai cobrir uma parede de largura 3,50m (tamanho do varão) com 3,00m de altura, usando um tecido de 2,80m de largura.

Primeiramente precisamos saber o consumo da cortina, como se fosse no método normal: 
Tamanho do trilho x fator de franzimento = consumo de tecido 

Se o tecido for leve: (3,50m x 2.6 = 9,10m de consumo). Desta maneira sabemos que precisamos de 9,10m de consumo para uma cortina de 3,50m, porém a largura do tecido não cobre a altura da cortina... Agora, pegamos o consumo e dividimos pela largura do tecido (no caso 2,80m), para descobrirmos quantas alturas de tecido iremos gastar.
Veja o cálculo: 9,10m ÷ 2,80m = 3,25 alturas. Podemos usar então, 3 ou 4 alturas. Vamos com 4 alturas, ou seja: 2 alturas para cada lado. Em cada altura vamos somar + 30cm para as barras superiores e inferiores, então, para uma cortina de 3,00m, cada altura gastará 3,30m. Como usaremos 4 alturas, basta multiplicar por 4. Portanto gastaremos 13,20m lineares de tecido.

Para simplificar o exemplo:

Descobrir o consumo que a cortina deve ter:
Largura da cortina Fator de franzimento Consumo
3,50m x 2,6 = 9,10m

Descobrir a quantide de alturas de tecido que a cortina deve ter:
Consumo Largura do tecido Quantidade de alturas
9,10m ÷ 2,80m = 3,25

Descobrir quantos metros deve ter cada altura (ou tira):
Altura da cortina Tecido para barras Metragem de cada altura
3,00m + 0,30m = 3,30m

Quantidade total de tecido que será gasto (em metros lineares):
Quantidade de alturas Metragem de cada altura Total de tecido que será gasto:
4 x 3,30m = 13,30m

Como saber se este método me atende?
Você precisa tirar a quantidade de tecido necessário para as barras e verificar se o que vai sobrar irá cobrir a altura necessária. Se a largura do tecido não for suficiente este é o método a seguir.
Exemplo: Se o tecido for de largura 2.80m, e a cortina no modelo entretelado, tiramos em torno de 30cm para as barras e teremos de sobra 2,50m que será a altura máxima da cortina.
Se for de largura 3.00m, tiramos 30cm para as barras e teremos de sobra 2,70m que será a altura máxima da cortina.

Nota: No exemplo acima o consumo da cortina ficará com 11,20m (4 alturas x 2,80m largura do tecido), ou seja, bem mais franzida que os 9,10m calculado anteriormente. Neste caso, fica a seu critério, usar este franzimento ou tirar um pouco em cada altura para a cortina não ficar com excesso de tecido.


Tentamos deixar a explicação o mais detalhado possível. É assim que usamos para confeccionar as cortinas da Cortinas Fênix desde 1968.
Esta é só uma sugestão, recomendamos você conferir a quantidade de tecido com que for confeccionar a cortina. É recomendável saber confeccionar uma cortina antes de comprar o tecido.

Veja alguns exemplos na hora de adicionar tecidos ao carrinho de compra:
- Se o tecido que irá comprar tem 2,80m de largura e você precisa comprar 12m, basta colocar 12 na quantidade, assim enviaremos um tecido de 2,80m de largura por 12m lineares.
- Se o tecido que irá comprar tem 3,00m de largura e você precisa comprar 8m, basta colocar 8 na quantidade, assim enviaremos um tecido de 3,00m de largura por 8m lineares.